Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

A Acupuntura na Odontologia

twitter-acupunturaOrigem e Desenvolvimento

A acupuntura é um tratamento terapêutico natural e tradicionalmente chinês de estimulo dos pontos meridianos do corpo com agulhas para aliviar dores e tensões.

“As origens da acupuntura perdem-se no tempo. Evidências arqueológicas permitem supor que a técnica era praticada no continente asiático, mais especificamente na China, há mais de cinco mil anos. Alguns doutrinadores, em suas obras, referem suas origens há quatro mil anos.

Na tradicional medicina chinesa, mestres antigos ensinavam ser a doença uma alteração das funções do corpo ou desgaste deste, provocado por fatores externos, como frio, calor, umidade, fatores emocionais, nutricionais ou envelhecimento. Por meio da acupuntura seria possível a recuperação da saúde.

Todos sabemos que, na Antigüidade, as doenças eram tratadas com os meios então disponíveis, como dietas e chás (infusões de ervas), “agulhamento” (acupuntura); e, mais tarde, manipulação vertebral e massagens (Tui-Na), exercícios respiratórios, com ou sem movimentos corporais (Qi Cong) e exercícios adaptados da arte marcial (Tai Chi Chuan). Estes e outros métodos de tratamento respaldados no conhecimento da medicina primitiva desenvolveram-se e foram interpretados, ao longo dos séculos, à luz de crenças subjetivas e filosóficas, inseridas no contexto cultural de cada época.

Achados arqueológicos da dinastia Shang (1766-1123 a.C.) incluíam até instrumentos primitivos de acupuntura e carapaças de tartarugas e ossos, nos quais estavam gravadas discussões sobre patologia médica. Mas o primeiro texto médico conhecido e ainda utilizado pela Medicina Tradicional Chinesa é o Tratado de Medicina  Interna do Imperador Amarelo (Nei Jing), escrito na forma de diálogo entre o lendário Imperador Amarelo (Huang Di) e seu ministro, Qi Bai, sobre os assuntos da medicina, segundo alguns autores, durante Estados Combatentes (475-221 a.C.). Outros textos clássicos surgiram posteriormente, entre eles a Discussão das Doenças Causadas pelo Frio,O Clássico sobre o Pulso, O Clássico das Dificuldades (Nan Ching) e O Clássico sobre Sistematização da Acupuntura e Moxa.

Esse importante livro – Nei Jing – ficou conhecido como “O Cânon de Medicina do Imperador Amarelo” e serviu de base para o desenvolvimento da MTC. O primeiro volume contém as técnicas de exame físico e as teorias e fundamentos da MTC, enquanto o segundo contém praticamente toda a ciência do diagnóstico e tratamento por meio de agulhas e moxas, desde os diferentes instrumentos utilizados na época, como as “nove agulhas”, até a localização e a indicação terapêutica dos pontos, sendo cerca de 60% destes usados como referência ainda hoje.”

                                                                                                                                                              – Dr. Hong Jin Pai

Princípios Gerais da Prática da Acupuntura:

 

Aplicação de agulhas

A Acupuntura consiste, conforme indica a origem da palavra (acus: agulha; punctura: punctura), na inserção, de agulhas finas, em pontos da pele especificamente determinados. Estas agulhas são inseridas na profundidade de alguns milímetros e em diferentes direções, dependendo da localização do ponto e do objetivo a ser alcançado, sendo deixadas por um determinado período de tempo e depois removidas.

Os meridianos

São linhas onde existem pontos distribuídos (pontos de acupuntura), que são associados a órgãos internos, e que se prolongam pelas partes principais do corpo e terminam nas pontas dos dedos das mãos ou dos pés. Na verdade, trata-se de um sistema de canais imateriais, no conceito dos chineses.

De uma maneira bem simplista, pode-se dizer que a prática da Acupuntura, prevenindo ou curando certas doenças, consiste na aplicação de agulhas em pontos (pontos de acupuntura) localizados nos meridianos, visando a tonificação ou sedação dos mesmos.

Para que serve a acupuntura no tratamento odontológico?

A acupuntura é mais utilizada na analgesia dentária ou como complemento à anestesia. Há indicações eficazes, porém menos difundidas, como auxiliar na mobilidade dentária, correção ortodôntica e doença periodontal, bruxismo, ansiedade da cadeira do dentista e outros narrados pela literatura internacional.

A acupuntura é útil também para analgesia pós-procedimentos odontológicos, comprovado cientificamente por estudos internacionais, a partir de resultado do “NIH Acupuncture Consensus Conference”.

Aplicações na odontologia

No pré-atendimento:

Pode ser de grande valia a indicação da acupuntura para o paciente ansioso, estressado e com fobia ao tratamento odontológico, assim como para pacientes hipertensos e portadores de doenças sistêmicas, o que possibilita um atendimento menos traumático.

Nos casos de cirurgia, esse condicionamento prévio pode resultar numa melhor condição de hemostasia e num pós-operatório mais tranquilo.

Durante o atendimento odontológico:

A analgesia tem sido descrita como uma aplicação das mais utilizadas, tanto em procedimentos de Dentística, Endodontia, Periodontia e em Cirurgia, sendo um procedimento menos traumático que a anestesia convencional.

Como tratamento de suporte:

A acupuntura pode ser coadjuvante no tratamento da disfunção da ATM (articulação têmporo mandibular), do trismo, bruxismo, além de outras sintomatologias mastigatórias miofaciais. É de grande valia a efetividade no controle da dor nesses casos.

No pós-operatório:

O controle da dor no período pós-cirúrgico possibilita ao paciente um certo grau de conforto, além de um menor consumo de medicamentos. Pacientes que passaram por radioterapia na região de cabeça e pescoço também podem se beneficiar com o uso da Acupuntura.

Como pode ser observado, existem várias indicações odontológicas para o uso da Acupuntura, que vão sendo aos poucos incorporadas à prática clínica, de acordo com a sua comprovação científica.

Para os profissionais que desejam atuar nessa área, a Associação Brasileira de Odontologia, tem algumas recomendações que devem ser lembradas e seguidas:

  • Cirurgiões-dentistas somente devem tratar seus pacientes com Acupuntura após obter conhecimento e habilidade para tal.
  • A Acupuntura deve ser empregada somente depois do diagnóstico das condições do paciente. Entretanto, o emprego de terapias convencionais deve ser considerado se apropriado.
  • Uma declaração de consentimento deve ser requerida ao paciente.
  • Normas e procedimentos de controle de infecções precisam ser seguidas. Agulhas de uso único devem ser utilizadas.
  • Como é o caso de todas as terapias, o uso da Acupuntura tem que ser documentada apropriadamente, e registros detalhados devem ser guardados.
  • Pesquisa multidisciplinar sobre a efetividade da Acupuntura na Odontologia é encorajada.
  • Ensino e treino profissional da Acupuntura poderia ser considerado como parte opcional da graduação, pós-graduação e educação continuada profissional.
Fontes: aqui e aqui.

Comentários

  1. Samari disse:

    Adorei o assunto, boa materia. Viu, alguma pessoa j

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio