odontologia e o sono
A odontologia do sono é uma área da odontologia que permite ao dentista atuar no tratamento dos distúrbios  relacionados a problemas respiratórios durante o sono, como ronco e apnéia obstrutiva do sono (SAOS) e a síndrome da resistência das vias aéreas superiores (SRVAS) e os distúrbios do sono relacionados ao sistema mastigatório que ocorre durante o sono ou durante a vigília mas que tem origem no sono.
Já o dentista do sono é o profissional que deve ter treinamento especializado em prótese dental e de todo o funcionamento do sistema mastigatório, da oclusão dental, dos problemas e dos tratamentos relacionados com a Dor Orofacial e a Disfunção da ATM (Articulação Temporomandibular). Além disso, deve ter amplo conhecimento sobre os distúrbios do sono relacionados à Odontologia e à Medicina do Sono, para poder,  juntamente com o médico do sono, discutir o melhor plano de tratamento para os pacientes. Também é preciso conhecer, realizar, saber monitorar e controlar os diversos tipos de aparelhos e placas ou dispositivos intra-orais para tratamento do ronco, da apneia do sono e do bruxismo do sono e da disfunção da ATM.
Existem mais de 80 tipos de desordens do sono. As mais comuns, e que estão relacionadas à Odontologia do Sono, são o ronco, a apneia do sono o bruxismo do sono e a dor de cabeça do sono ou dor orofacial relacionada ao sono.
Confira entrevista com a dentista Graciele Klein Dreher e saiba mais sobre este assunto:

O que é o ronco?

O ronco é o som produzido quando quem está dormindo tem o seu fluxo de ar restringido, o que ocorre devido ao enfraquecimento dos músculos da língua e da garganta, fazendo com que a língua relaxe e se precipite para trás, tocando a parede posterior do interior do pescoço. Esta posição impede a passagem do oxigênio, de forma que, quando se força sua passagem causa uma vibração: o ronco. O ronco traz consigo outro distúrbio do sono bem mais sério: a apneia, cujo significado é ¨prender o folego¨. Assim, o que acontece com algumas pessoas é que, com o relaxamento excessivo dos músculos durante o descanso, acontece um bloqueio na garganta, provocando uma interrupção na respiração por até 10 segundos.

Isto costuma acontecer na fase de sono profundo, quando toda musculatura está mais relaxada, então no momento da apneia, quando o cérebro percebe que está ficando sem oxigênio, ele provoca um microdespertar para que a pessoa volte a respirar.  Estes microdespertares são extremamente prejudiciais, pois impedem que o individuo fique tempo suficiente neste estágio de sono reparador, momento em que são liberados hormônios responsáveis pelo crescimento, pelo controle da saciedade e pela regulação imunológica. Os pacientes com apneia e hipopneia obstrutiva do sono tem seu risco aumentado para infarto, ¨derrame cerebral¨, entre outros.

O que é o famoso “bruxismo” e o que o ocasiona?

O termo bruxismo é utilizado para descrever o ranger e apertar dos dentes que ocorrem sem um propósito funcional, ou seja sem a necessidade para alimentação. Este movimento dentário é produzido por contrações rítmicas dos músculos mandibulares, normalmente de forma inconsciente, podendo ocorrer durante a vigília ou o sono. As causas do bruxismo são complexas, multifatoriais e difíceis de identificar. Vários fatores podem estar associados ao bruxismo: dentário, fisiológico, psicológico e neurológico, e este pode se manifestar tanto em adultos como em crianças.

PESQUISADORES IRLANDESES INVENTARAM UM DISPOSITIVO INTELIGENTE PARA DETECÇÃO DO BRUXISMO

O bruxismo infantil tornou-se uma crescente preocupação nos últimos anos, devido ao seu impacto negativo sobre a qualidade de vida da criança, estando diretamente relacionado à má qualidade do sono. Vários estudos sobre o bruxismo infantil procuram a sua associação com algumas condições sistêmicas como: distúrbios respiratórios, distúrbios do sono, parassonias (fenômenos que ocorrem exclusivamente durante o sono, associados a graus diferentes de excitação – verter involuntariamente a urina (enurese noturna), falar dormindo, sono agitado), fatores psicológicos, dores de cabeça, transtornos psiquiátricos e outras.

Bruxismo é muito mais do que o desgaste dos dentes, estando frequentemente associado com outras dores orofaciais, dores de cabeça e outros distúrbios do sono mais severos, como os distúrbios respiratórios do sono.

Dormir menos do que o recomendado, assim como quebrar a rotina do sono, ir dormir fora do horário programado no nosso “relógio biológico”, fatores ambientais como luz e ruído no quarto torna as crianças mais propensas a realizarem bruxismo do sono. É também de extrema importância avaliar o padrão respiratório, pois a obstrução das vias aéreas também é um fator que induz ao bruxismo.

O que é Apneia do Sono?

A síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS) se caracteriza pela presença de episódios repetidos de obstrução parcial ou total das vias aéreas superiores, dessaturação do oxigênio da hemoglobina arterial e microdespertares noturnos. Esta síndrome está associada ao ronco alto, engasgos ou asfixia, sonolência diurna excessiva, crescimento de risco cardiovascular, déficit cognitivo e aumento de acidentes de trabalho e rodoviários.

A SAHOS afeta milhões de pessoas, sendo uma desordem respiratória comum, relatada cada vez mais e reconhecida como um sério problema de saúde pública. Considerada uma doença de alta prevalência, a SAHOS acomete mais homens do que mulheres e indivíduos obesos e de mais idade. Foram também associados à síndrome o consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo, refluxo gastroesofágico e fatores hormonais como hipotireoidismo, menopausa e gravidez.  Atualmente se considera que a prevalência da SAHOS pode alcançar 1/3 da população adulta.

RESPIRAR PELA BOCA PREJUDICA A SAÚDE BUCAL

 O que você recomenda pra pessoas que possuem esses problemas?

Buscar uma vida mais saudável, com atividade física, alimentação balanceada, redução do peso corporal, diminuição da ingestão de álcool, modificação na posição de dormir, tentando sempre dormir de lado. O tratamento inclui diferentes abordagens e diversos profissionais, tais como médicos de clínica geral ou especialista em distúrbios do sono, otorrinolaringologistas, cirurgiões de cabeça e pescoço, neurologistas, pneumologistas, nutricionistas e dentistas.

Eles têm cura ou tratamento?

A Apneia não tem cura mas pode ser controlada. Em torno de 70% dos pacientes podem ser tratados com terapia não cirúrgica, seja pela técnica chamada Pressão Positiva Contínua das Vias Aéreas (CPAP), utilizando um pequeno aparelho compressor de ar muito silencioso que se conecta a uma máscara ajustada ao nariz e boca do paciente, ou ainda com a utilização de um dispositivo oral, conhecido como ¨Aparelho do Ronco¨, que é utilizado para aumentar a tensão da parede da faringe e promover o avanço da base da língua. A escolha por determinado tratamento baseia-se, principalmente, no grau de severidade da SAHOS.

Apesar de o ser eficaz no tratamento da SAHOS, o mesmo não é totalmente aceito pelos pacientes, sendo este um dos fatores que leva ao aumento da procura pelo emprego do dispositivo bucal.

Fonte: Jornal Atualidades

Setembro é o mês da secretária, compre na Surya Dental e ganhe brindes exclusivos para elas!

Quer receber nossas novidades? Deixe seu e-mail.

Deixe um comentário