Como arrumar a mala de viagem?

arrumar mala

Passagens compradas, viagem marcada e ansiedade que começa a fazer o coração bater mais forte. Você faz um calendário só para ir contando os dias até aquela semana – ou, às vezes, até aquele feriado abençoado- que significará um stop na sua rotina diária. Em época de férias ou não, sabemos que viajar é preciso!

Além de toda a logística necessária para que uma viagem valha a pena e poupe seu estresse no meio do caminho, um detalhe crucial nunca deve ser esquecido: a organização correta da mala de viagem. Quantos itens levar, como começar a arrumação, o que não esquecer de jeito nenhum…Separamos algumas dicas que as personal organizers Juliana Faria, da Yru Organizer, Vera Corradi, da Organize com VC, Ivana Portella e Priscila Sabóia da Seja Personal Organizer, deram para o site Tão Feminino de  como arrumar a mala de viagem de um jeito prático e fácil.

1. Para não esquecer:

Para não deixar nenhum item para trás, o mais indicado é fazer um checklist. Anote TU-DO o que você precisa levar e vá riscando conforme for separando. Não se esqueça de colocar no papel as informações sobre a previsão do tempo no local, lembrando que mudanças climáticas sempre acontecem. Saber se você irá a eventos sociais também ajudará a não carregar peso desnecessário.

Uma dica é selecionar todos os itens antes de começar a arrumar a mala, assim você não corre riscos de esquecer de peças importantes. Vera Corradi elege um item imprescindível: o nécessaire com objetos de higiene pessoal.

2. Preste muita atenção…

Na montagem do checklist, calcule que todos os itens de vestuário devem combinar entre si”, diz Juliana Faria. Para levar poucas peças, estabeleça um número para as de baixo, que devem vir em menor quantidade. “Calças ou saias podem ser usadas três vezes cada uma, mas não precisa ser em dias seguidos. Vá alternando, assim você consegue levar poucas roupas”, completa ela.

Prefira as versáteis e de cores básicas que possam ser combinadas entre si e usadas tanto durante o dia, quanto à noite, e de tecidos que não amassem”, diz Vera. Mesmo se elas amassarem um pouco, não se desespere: deixe-as penduradas no banheiro enquanto toma banho, já que o vapor da água ajuda a tirar as dobras.

“Uma boa solução no caso de roupas é que o mais pesado vá no corpo. Se for para lugares frios, que normalmente levamos mais peso, já podemos levar o casaco mais pesado conosco e ir com uma bota”, sugerem Ivana e Priscila.

3. Regra da lasanha

É isso mesmo. Na hora de arrumar sua mala, pense em uma lasanha: tudo em camadas bem retinhas, como sugere Juliana. “Comece com as peças pesadas, sempre lembrando que devemos deixar a roupa o menos dobrada possível para caber mais coisas, nada de ‘rolinho’”, aponta Vera. Portanto, casacos, jaquetas e calças, vão na base da arrumação. Vestidos, camisas e bermudas são os próximos eleitos, finalizando com as camisetas: “Acomode as peças deixando as mangas e pernas das calças pro lado de fora, e depois feche as pernas das calças em cima das peças mais pesadas que você colocou na mala e coloque as camisas com cuidado para não amassá-las”, indicam Ivana e Priscila. Deixe o pijama por último – assim, se você chegar ao seu destino à noite, não precisará tirar tuuudo de dentro da bagagem e perder tempo do seu sono procurando pela roupa de dormir.

4. Invista nas produções

Além das peças que combinam entre si, você pode montar os looks de cada dia, incluindo desde a peça íntima até os acessórios, o que também será bom para poupar tempo quando já estiver no seu destino. Nosso Pinterest está cheio de inspirações de moda para te ajudar, já deu uma olhada?
Vera ressalta: “Tudo depende do estilo da viagem. Se você vai para uma fazenda, um hotel ou um navio, devemos montar uma composição para cada dia”.

Juliana tem uma receitinha: “Se a viagem é de 7 dias, coloque duas peças de baixo (calça, saia, shorts ou bermuda) e quatro peças de cima + um vestido. Para 15 dias, prefira cinco peças de baixo e oito peças de cima, e não se esqueça do vestido”. Dica de ouro de Ivana e Priscila: “Se for uma viagem de trabalho, tenha em sua bagagem de mão um kit completo com uma roupa social, produtos de higiene pessoal e o material essencial do seu trabalho, no caso de uma apresentação. Isso vai garantir seu primeiro dia no local sem preocupações, caso sua bagagem seja extraviada”.

5. O dilema dos sapatos

Não se iluda pensando que terá de levar todos os sapatos do seu closet. Além de serem uns dos itens mais pesados, a praticidade passa longe na hora de carregá-los. Juliana sugere quatro pares. Um par de chinelos é essencial, mas leve também um par de tênis confortáveis, um par de sapatos sociais que combine com tudo e uns dois pares de sapatilhas, reforça Vera. Nos lugares mais frios, aumente a quantidade, já que botas e sapatos mais fechados serão aproveitados. Os sapatos devem ser ensacados para evitar o cheiro desagradável nas roupas.

6. Roupas íntimas

As roupas íntimas, mesmo sendo leves e não ocupando tanto espaço, também podem passar longe do exagero. “Aconselho levar uma para cada dia da viagem e pelo menos duas de reserva. Se o local for uma casa de amigos, ainda conseguimos lavar algumas calcinhas, mas já em hotéis e navios, isso é impraticável”, defende Vera.

7. Para finalizar

Já falamos que um item indispensável é o nécessaire, certo? Mas o mais indicado é ter vários, cada um exercendo uma “função”, correspondente a uma categoria de arrumação. Prepare um para remédios de uso diário, um de maquiagem (priorizando os itens básicos), um de higiene e um com acessórios. Embale os itens líquidos em sacos plásticos, e prefira os kits de viagem, que já vêm com xampu e condicionador em tamanhos menores.

Tenha também um nécessaire para você carregar por onde for, dentro da bolsa – leve uma pequena e prática que irá dentro da mala. Nele devem conter: analgésico, curativo plástico, preservativos, antiácidos e protetor diário. “Evite transportar objetos pesados e pontudos, e não esqueça de que produtos despachados no avião deverão seguir as normas exigidas pela companhia de viagem”, endossa Vera.

Não pode faltar…

A atriz Juliana Silveira contou pra gente que na mala dela não pode faltar um adaptador para as tomadas e os carregadores dos celulares: “Assim não passo aperto em lugar nenhum do mundo”, ela também leva sempre uma fita adesiva para passar nos produtos de higiene, para que não vazem. “Depois guardo tudo dentro de um nécessaire para evitar acidentes desnecessários”, conta.

Pronto! Mala arrumada agora é só relaxar e aproveitar suas férias.

Fonte: Tão Feminino

Surya Dental mais de 15.000 mil produtos odontológicos para você!

Quer receber nossas novidades? Deixe seu e-mail.

Deixe um comentário