Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

Quer abrir uma franquia odontológica? Conheça vantagens e desvantagens

Abrir uma franquia odontológica ou uma clínica independente? Você sabe o que é melhor para você? Embora as franquias tenham menor taxa de fechamento, o dentista têm maior liberdade de gerenciamento no negócio próprio.

Quando se trata de administrar uma clínica odontológica, a franquia leva vantagem, já que nem todo profissional tem conhecimentos sobre gestão ou domina os demais quesitos que envolvem o funcionamento do serviço. Na condição de franqueado, ele é assistido durante as etapas de implantação da clínica.

Em um consultório independente, o empresário pode adotar as formas de gestão e marketing que achar melhor. Não existe divisão do lucro, ao contrário das franquias, em que parte do faturamento das unidades vai para a conta da franqueadora.

Que tal entender sobre o sistema de franquias? Explicamos vantagens e desvantagens de ter uma franquia odontológica. Boa leitura!

Vantagens da franquia odontológica

As franquias são um modelo de negócio que cedem ao franqueado o direito de usar a marca e de ter distribuição praticamente exclusiva de um produto ou serviço para uma localidade.

É um sistema que oferece ao empreendedor um modelo de negócio já testado e comprovado e uma marca já conhecida do consumidor.

Ao abrir uma franquia odontológica, o investidor – ou dentista – terá apoio do franqueador, desde as primeiras sondagens, na inauguração da clínica e durante o funcionamento da unidade.

A vantagem da franquia é que o negócio já está formatado e, por isso, as chances de sucesso costumam ser maiores se comparadas com um empreendedor que monta um negócio independente.

O sistema de franquias é conhecido por ter mortalidade baixa, de 5%. Já entre as empresas independentes, uma em cada quatro encerra as atividades antes do segundo ano de funcionamento, de acordo com o Sebrae.

Um ponto positivo é que o produto ou serviço vendido pela franquia já passou pelo teste de mercado e o consumidor está habituado com ele, o que significa que é bem aceito pelo público, garantindo uma vantagem frente à concorrência.

O processo de abertura de uma franquia de clínica odontológica é acompanhado desde o início pela franqueadora, que auxilia na escolha da cidade e do ponto comercial, faz pesquisa de mercado, fornece o projeto arquitetônico e a identidade visual, treina funcionários e organiza ações de marketing voltadas ao público-alvo daquela região.

O dentista que decide ter uma franquia de Ortodontia, por exemplo, poderá negociar insumos com descontos e prazos de entrega especiais com os fornecedores parceiros do franqueador. Algumas redes têm até e-commerce exclusivo para franqueados.

franquia odontológica

Na franquia, o negócio já está formatado. Foto: rawpixel

Desvantagens da franquia odontológica

O sistema de franquias tem suas desvantagens e uma delas é a pouca flexibilidade. Os franqueados são submetidos a auditorias para controle financeiro e contábil e determinam como a unidade deve ser gerenciada. O investidor terá de se acostumar com a interferência da rede.

A consultoria para a escolha do ponto comercial que, em um primeiro momento, pode parecer um bom negócio, corre o risco de se tornar um problema. Em alguns casos, a franqueadora impõe a localização, mesmo que o investidor já seja dono de um imóvel comercial pronto para receber a clínica.

O investimento para abrir uma franquia é alto e o retorno vem em prazo mais longo.

Conheça as taxas mais comuns cobradas para ter uma clínica franqueada:

  • Taxa de franquia: valor cobrado dos novos franqueados.
  • Royalties: taxa mensal para uso da marca e do conhecimento do franqueador. Quantia varia conforme o tipo da franquia.
  • Taxa de publicidade: o franqueado também precisa pagar mensalmente pela propaganda da marca. O valor vai de 2% a 5% do faturamento bruto da unidade.
O investimento para abertura de uma unidade franqueada é alto.

O investimento para abertura de uma unidade franqueada é alto.

Também existe o risco da atuação ruim das outras unidades. Caso o negócio de um dos franqueados não vá bem, pode comprometer a imagem da empresa, expondo os demais empresários.

Opções de franquias odontológicas

São ao menos 19 franquias odontológicas associadas à Associação Brasileira de Franchising (ABF) de diferentes portes, formatos e que trabalham com multiespecialidades.

O dentista – ou investidor – consegue abrir uma franquia de odontologia com um investimento a partir de R$ 3 mil e que pode chegar a R$ 765 mil. Separamos algumas para você conhecer!

Dental Arte

A Dental Arte tem 15 anos no mercado e conta com 15 unidades espalhadas pelo país. Segundo a empresa, já foram atendidos mais de 500 mil pacientes.

  • Suporte de marketing: equipe que ajuda o franqueado a captar pacientes por meio de ações nas diversas mídias, como rádio, TV, jornal e internet.
  • Apoio técnico e gerencial: franqueado passa por treinamento e aprende sobre todos os aspectos do novo negócio: sistemas, gestão, contabilidade e jurídico. Recebe consultoria de comunicação da clínica.
  • Fornecedores: empresário tem desconto de até 50% ao comprar insumos com fornecedores parceiros da Dental Arte.

Odonto Center

Atende especialidades de Implantodontia, Ortodontia, Periodontia, Estética, Reabilitação Oral, Endodontia e Buco-maxilo-facial. A Odonto Center iniciou as atividades em 2015 e hoje conta com mais de 200 consultórios e 500 mil pacientes atendidos. Veja os serviços para os franqueados:

  • Call center especializado: franqueado pode solicitar atendimento para esclarecer dúvidas.
  • Preços diferenciados: fornecedores e prestadores de serviços parceiros oferecem descontos para as clínicas.
  • Suporte de marketing: campanhas de divulgação veiculadas em TV, rádio e internet, além de consultoria jurídica.

Odonto Vida

A rede de franquias Odonto Vida atua em Odontopediatria, Dentística, Endodontia, Estética, Ortodontia, Implantodontia, Periodontia e Buco-maxilo-facial.

Foi fundada por um grupo de cirurgiões-dentistas e afirma ter como diferenciais:

  • Facilidade no acesso aos tratamentos dentários.
  • Promoção da saúde bucal por um preço justo.
  • Melhor atendimento e tratamento adequados à condição financeira dos pacientes.

Odontoclinic

A Odontoclinic é uma franquia odontológica no modelo de clínica multifuncional. Segundo a empresa, são 170 clínicas, mais de 2,5 mil dentistas e 9 mil consultas feitas por dia.

O franqueado tem acesso a um sistema de gestão para acompanhamento do negócio e recebe consultoria para identificação do melhor ponto comercial para instalação e durante o processo de implantação da clínica. Oferece:

  • Geomarketing: ferramenta que estuda a região de interesse do franqueado, perfil da população, o potencial de consumo e a identificação do público-alvo.
  • Demonstrativo de Resultado e Exercício: acompanhamento e controle do que foi planejado e informações para tomada de decisões.
  • Projeto arquitetônico: equipe própria faz o croqui da clínica para que o franqueado busque a documentação e comece a obra.
  • Fornecedores: a empresa oferece suporte para execução da obra e fornecedores com preços especiais para compra de móveis, equipamentos e insumos.
  • Visual merchandising: projeto desenvolvido pelo time de marketing da Odontoclinic. Franqueado receberá o material pronto.
  • Treinamento: funcionários receberão capacitação para atuar na franquia.

OdontoCompany

Rede de franquias fundada em 1990. A OdontoCompany conta com 300 unidades no país com atuação nas especialidades de Ortodontia, Dentística, Estética, Endodontia, Odontopediatria, Prótese Dentária e Implantodontia.

A empresa garante retorno do investimento antes de 30 meses. O que a franqueadora disponibiliza:

  • Geo Mapeamento: auxílio na escolha do ponto comercial.
  • Treinamento: franqueados e suas equipes recebem capacitação na sede da franqueadora e na unidade piloto. Recomendação de quatro a nove funcionários fixos.
  • Suporte: tanto para a área comercial quanto para o desenvolvimento e aplicação de campanhas publicitárias. Avaliação de resultados.
  • Consultoria: orientações para a montagem do negócio, lista de fornecedores, software de gestão de processos. Visitas do consultor.

OrthoDontic

Considerada a maior rede de ortodontia do país, a OrthoDontic tem como público-alvo pessoas de 13 a 30 anos das classes B, C e D. O modelo de negócio conta com prospecção ativa de clientes, que permanecem, em média, 36 meses no tratamento. Oferta:

  • Localização estratégica: ferramentas de análise conseguem dizer em qual ponto comercial a clínica terá mais sucesso.
  • Suporte na implantação: oferece apoio para implantação do layout, montagem da clínica, comunicação visual, mobiliário, equipamentos e materiais para a operação do negócio.
  • Compras cooperadas: um comitê atua na negociação de preços com os fornecedores de insumos. Franqueados têm uma plataforma de e-commerce para realizar compras.
  • Consultoria de campo: auxílio no gerenciamento da franquia, acompanhamento e análise de resultados.
  • Software de gerenciamento: programa que mostra em tempo real como está o desempenho financeiro, comercial e de relacionamento com o cliente de cada unidade. Dispara SMS automático aos pacientes para confirmação de consultas, mensagens de aniversário e lembretes de vencimento de parcela.

Orthopride

Franquia com foco em Ortodontia e Estética com 72 unidades. Segundo a Orthopride, o tempo de retorno do investimento varia de 24 a 48 meses. As clínicas oferecem os seguintes tratamentos: aparelhos ortodônticos, raspagem de tártaro e clareamento dental. Serviços para o franqueado:

  • Treinamento para franqueados e funcionários: desenvolvimento de capacidade de análise, auditoria, supervisão e gestão do negócio. Para os colaboradores, a capacitação envolve o entendimento das funções de cada membro da equipe e como é o funcionamento de uma clínica.
  • Ponto comercial: consultores ajudam na escolha do endereço da nova unidade; franqueador elabora e entrega o projeto arquitetônico para o início da reforma.
  • Obra e montagem: a obra é acompanhada pela empresa, que faz visitas programadas no imóvel. O franqueado recebe especificações técnicas e dimensionais sobre equipamentos e móveis.
  • Compras centralizadas: a compra de materiais de todas as unidades é centralizada em uma plataforma para que assim, segundo a empresa, os franqueados consigam preços melhores.
  • Software de gerenciamento: software odontológico permite total administração da clínica: agendamentos, prontuários, contas a pagar e a receber, cadastros e relatórios.

Ortoplan

A Ortoplan nasceu em 1998 como uma clínica especializada em Ortodontia, mas expandiu o atendimento para todas as especialidades e, em 2007, tornou-se franqueadora.

Com foco no público das classes B e C, a rede tem 55 clínicas em três países (Brasil, Paraguai e Chile) e oferece:

  • Estudo de mercado: auxilia o franqueado na escolha da cidade e do ponto comercial.
  • Projeto arquitetônico: equipe faz o projeto e cuida da padronização da infraestrutura e do layout da nova unidade.
  • Plano de marketing: campanhas de divulgação e ações promocionais são entregues prontas ao franqueado.
  • Consultoria: visitas programadas do consultor, auxílio na seleção e capacitação de pessoal, ajuda na implantação e na inauguração, suporte jurídico e contábil.

Sorridents

A rede de franquias Sorridents ganhou ao menos 12 prêmios por se destacar na área. Tem mais de 210 unidades no país e 2,5 milhões de pacientes atendidos. Segundo a empresa, 40% dos franqueados possuem mais de uma unidade.

Há vários modelos de franquia, que levam em consideração o total de habitantes por cidade (até 100 mil e mais de 100 mil moradores) e o número de cadeiras odontológicas. Confira o que o franqueado tem à disposição:

  • Suporte: franqueado recebe treinamento e consultoria de comunicação da marca, como planejamento de campanhas e material gráfico.
  • Geomarketing: estudo de mercado para garantir o retorno financeiro do franqueado e das campanhas de marketing.
  • Tecnologia: call center próprio com 10 atendentes para ajudar a clínica, sistemas que otimizam o trabalho dos funcionários da franquia, agendamento on-line para os pacientes, sistema que analisa minuto a minuto o desempenho da unidade.

Como transformar sua clínica em uma franquia

Se você tem uma clínica independente e quer expandir o negócio, o caminho pode ser torná-la uma franquia odontológica.

Primeiro, para saber se essa transformação é viável, é preciso fazer uma análise de franqueabilidade, que é um documento que mostrará se a clínica cumpre os requisitos para ser bem sucedida nesse modelo de negócio.

Se essa análise for positiva, você terá de fazer um plano de expansão e formalizar a empresa como franqueadora. Na sequência, será preciso definir os critérios de seleção dos franqueados.

Confira o vídeo do Sebrae sobre como é feita essa transformação:

Leia também:

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Feito por Nerau Studio