Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

Oito a cada dez pessoas estressadas tendem a desenvolver problemas bucais

O estresse pode afetar áreas do corpo que você nem imagina

Chamado de ‘mal do século’ e presente na vida de oito a cada dez brasileiros, o estresse pode afetar áreas do corpo que você nem imagina. Junto a batimento cardíaco acelerado e rigidez muscular, o problema traz também problemas bucais. Pessoas nervosas, em especial mulheres adultas, tendem a desenvolver uma série de complicações que podem resultar na destruição e perda de dentes.

Afta, herpes, bruxismo e doença periodontal são os males mais recorrentes. Segundo a cirurgiã bucomaxilofacial Katyuscia Lurentt, esta última é a mais grave. A doença ocorre quando há acúmulo de bactérias na gengiva. Os organismos se infiltram no dente, destruindo o tecido ósseo e levando à queda.

A especialista explica que o estresse aumenta a produção de cortisol, hormônio que gera um processo inflamatório e a presença de bactérias na boca. “A tensão também faz o corpo liberar hidrocortisona, que dificulta a cicatrização. No meu consultório o número de mulheres é maior”, cita.

Outro problema comum em estressados é o bruxismo, que é o hábito de travar e ranger os dentes por longos períodos. Em diversas ocasiões, a ação acontece até mesmo durante o sono. Ela explica que a pessoa estressada e ansiosa não consegue relaxar e passa a ranger os dentes sem perceber, o que desgasta e sobrecarrega o local.

A lista de problemas não terminou. O estresse eleva a incidência de aftas, herpes e boca seca. A última costuma ser fruto de medicamentos contra a ansiedade, que reduzem a produção de saliva. Já os dois primeiros ocorrem a partir da baixa de imunidade. “Quem está estressado se alimenta pior, bebe menos líquido e até escova os dentes menos vezes. Isso diminui a taxa de anticorpos e abre portas para os males”.

Apesar de serem problemas de saúde bucal, os distúrbios, quando associados ao estresse, exigem um tratamento para além do consultório dentário. Em muitos casos, o dentista precisa indicar cuidados psicológicos ao paciente. Ela aponta que o profissional pode usar um ansiolítico (droga que diminui a ansiedade) para aliviar as dores nas articulações de quem sofre de bruxismo, por exemplo. “Mas sem a resolução do estresse, que é o problema central, o trabalho do dentista não adianta”, disse.

Erika de Morais Gonçalves, psicóloga do Complexo Hospitalar de Niterói (CHN), também aponta que o problema emocional afeta o físico. Hipertensão arterial, alteração nas taxas de glicose no sangue, psoríase, fibromialgia são, por vezes, associados ao estresse. “O estresse pode não provocar a doença, mas a potencializa.”

Sobre as mulheres, Erika aponta que elas sofrem com a TPM e atividades domésticas e profissionais, que aumentam o estresse. “A terapia cognitiva comportamental tem demonstrado bons resultados para tratar o estresse”.

TOME NOTA

AFTA

Pequena úlcera que aparece na boca. Pode ser provocada por imunidade baixa, bactéria ou vírus, mas o estresse contribui para o surgimento. Para aliviar a irritação, use anestésicos tópicos e evite alimentos condimentados, muito quentes, ou ácidos.

HERPES

É causado por vírus e contagioso. Pode aparecer dentro ou ao redor da boca. O estresse costuma desencadear o mal, junto com febre, radiação ultravioleta, imunidade baixa, escoriações na pele e uso prolongado de antibióticos. O tratamento é feito com antivirais e deve ser iniciado com o surgimento dos primeiros sintomas (aumento da sensibilidade, queimação e coceiras na região dos lábios).

DOENÇA PERIODONTAL

Acúmulo de bactérias na gengiva que se infiltram nos dentes e destroem o tecido ósseo. É a principal causa de perda de dentes em adultos.

BRUXISMO

Trata-se do ranger e apertar dos dentes durante o dia ou o sono. Desgaste dos dentes, dor de cabeça e zumbido nos ouvidos são sintomas comuns. O uso de placas na arcada dentária restringe o movimento dos músculos e o desgaste do dente.

Autor(a): Beatriz Salomão
Fonte: www.odia.ig.com.br

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Feito por Nerau Studio