Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

CUIDADOS COM A SAÚDE BUCAL NA TERCEIRA IDADE

Os cuidados com a saúde bucal são fatores que deve ser levados a sério em qualquer idade. Diferente do que muitos imaginam, nossos dentes não envelhecem, e se tivermos todas as precauções necessárias, eles podem permanecer fortes e saudáveis durante toda uma vida, sabia? Pra isso você precisa:
Escovar os dentes logo após as refeições, lembrando sempre da utilização do fio dental;
 Ir até um Dentista periodicamente, para realizar consultas de prevenção, além de limpezas profundas;
Ter uma alimentação equilibrada e saudável. (baseada em carnes, frutas, verduras, legumes, cereais e fibras. Evitar doces e refrigerantes)

A importância desses cuidados tem grande divulgação na mídia, porém,  a maioria das pessoas não dão à atenção necessária.  Por isso, hoje em dia é muito significativo o índice de idosos com sérios problemas bucais que acabam perdendo parte de seus dentes. Entre tantas doenças causadas pela falta de prudência dessas pessoas, as mais comuns são:

• Xerostomia (boca seca);
Ocorre pela diminuição na quantidade de saliva, acontecendo geralmente em pessoas quem toma muitos medicamentos.

• Gengiva retraída/ Problemas Periodontais; 
Esse processo faz com que a a raiz do dente passe a retrair, dando a impressão de estarem mais longos. A gengiva retraída pode causar um maior risco de cáries, a chamada “cárie de raiz”, acarretando uma hipersensibilidade da dentina. Mas esse problema não acontece somente com os idosos, é muito comum jovens que também têm a gengiva retraída, saiba mais

• Problemas nas pontes/próteses totais;
É necessários que os idosos passem a ter cuidados com dentaduras e pontes móveis, em relação à sua limpeza. A periodicidade dessa prática deve ser realizada após cada refeição, antes de dormir e ao acordar, pois placas bacterianas também se formam sobre as próteses. E mais: caso as placas não sejam removidas adequadamente, podem provocar uma série de doenças. Os dentes artificiais das dentaduras exigem uma correta higiene para evitar o risco de disseminação de infecções que podem provocar a “endocardite” (inflamação de um tecido do coração) ou a “pneumonia por aspiração” dos microrganismos, e que podem levar o idoso à morte.

• Lesões da mucosa bucal;
Candidíases, leucoplasias, e etc;.

• Câncer bucal;

A relação entre a perda de dentes e a idade

O Ministério da Saúde realizou, em 2003, uma pesquisa com mais de cinco mil pessoas entre 65 e 74 anos sobre saúde bucal. Nessa faixa etária, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelece como índice recomendável, que 50% dessas pessoas apresentem 20 dentes em condições funcionais.
 “A intensidade das doenças bucais, o estado de conservação dos dentes e a prevalência do edentulismo [perda dos dentes] são reflexos, principalmente, da condição de vida e do acesso às ações e serviços em saúde bucal, com forte componente social”, explica o Dr. Gilberto Pucca. Segundo ele, no Brasil, a perda dos dentes é um persistente problema de saúde pública. “É de fundamental importância a responsabilização da equipe de saúde no nível local pela interferência positiva no quadro sanitário da saúde bucal brasileira”.

Cuidados com as próteses móveis

Você usa prótese móvel ou conhece/tem alguém na família que usa? Essas pessoas também podem ter precauções que podem auxiliar na saúde bucal. É de extrema importância que esses pacientes:

Sempre após as refeições, retirar a prótese com cuidado para a higienização utilizando uma toalha como apoio;

Limpá-la usando uma escova macia com sabonete neutro ou creme dental não abrasivo (Não deve ser a mesma escova utilizada nos dentes fixos);

Não utilize água quente e seja detalhista na escovação de cada face da prótese;

A limpeza da gengiva, bochecha e língua também são importantes. Use outra escova macia para esse procedimento;

De 3 a 4 dias é importante lavar a prótese com água sanitária. Deixe-a de molho por 30 minutos em meio a um copo de água + 3 gotinhas de água sanitária. Depois lave-a com pasta de dente não abrasiva ou sabonete neutro;

Durante a noite a prótese deve ser retirada e guardada em um recipiente com água ou em uma gaze umedecida. Troque esse recipiente ou gaze todos os dias. É importante que ele não durma com a prótese para proporcionar um relaxamento dos tecidos de suporte.

* Para os pacientes desabilitados, os cuidadores devem ser responsáveis por essa higienização
* Com o tempo a prótese pode se desadaptar. Caso isso aconteça, a procurar pelo Cirurgião Dentista deve ser imediata. Próteses desajustadas dificultam a comunicação, mastigação e ingestão e podem se tornar um foco de infecções e provocar lesões que têm o perigo de se tornarem malignas. O Dr. Gilberto Pucca explica que o trauma crônico das mucosas bucais pode contribuir para o aparecimento de câncer bucal. Principalmente entre os fumantes.
Você é profissional de Odontologia e gostaria de saber mais informações, de forma técnica, sobre a saúde bucal do idoso? O Portal Educação oferece um curso de 80hrs com especificações detalhadas sobre edentulismio, próteses e muito mais.  > Clique aqui <

 

Texto: Thaísa Biazin –  Marketing Surya Dental 

Fonte: Qualicorp, CFO. 

 

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio