Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

Baixa imunidade, estresse, genética e até TPM podem ser causas de afta

Com ritmo da vida moderna somados a baixa imunidade, estresse, fatores genéticos, deficiências nutricionais e nas mulheres a tensão pré-menstrual (TPM) podem ser causas de afta na boca.

Com aparência inofensiva, uma bolinha branco-amarelada envolta por um círculo vermelho, a afta é comum em crianças, pessoas que se alimentam frequentemente com alimentos ácidos e também em quem usa aparelho ortodôntico.

Após comer uma fruta ou um alimento ácido, enxágue bem a boca – assim, a chance de afta diminui. E a melhor prevenção é a higiene oral e uma boa alimentação, para que o sistema imunológico fique forte.

Não dá para saber exatamente quando a afta aparece por um problema emocional ou uma deficiência no organismo. Muitas vezes, as duas questões andam juntas.

Pessoas de todas as idades podem ter esse incômodo, mas ele é mais comum em crianças e menos comum em idosos, pois com a idade a mucosa da boca fica mais grossa.

Indivíduos que fumam mais de um maço de cigarro por dia dificilmente apresentam afta, porque o tabaco provoca uma queratinização maior da mucosa da boca, ou seja, uma espécie de calo que impede a penetração de elementos estranhos.

Uma vez que a afta surge, não existe uma fórmula de eliminá-la. A ferida leva entre 10 e 14 dias para cicatrizar. Para aliviar, uma dica é bochechar água com um pouco de bicarbonato de sódio e cuspir — o bicarbonato não deve ser engolido. Não é bom colocar bicarbonato diretamente na afta, pois isso pode irritá-la mais. Sal também não ajuda, porque desidrata a mucosa.

E a melhor prevenção é a higiene oral e uma boa alimentação, para que o sistema imunológico fique forte.

aftas
Fonte: www.g1.globo.com/bemestar – www.sorridents.com.br

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio