Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

DENTISTAS PODEM AJUDAR NO DIAGNÓSTICO DE BULIMIA

A Bulimia é uma doença caracterizada por padrões de comportamento alimentar perturbados, um controle patológico do peso corporal e distorções na percepção da forma do corpo. Como envolve questões complexas, ela necessita de uma abordagem multidisciplinar envolvendo psiquiatras, psicólogos e nutricionistas. Entretanto, são os dentistas que podem identificar os primeiros sintomas desse tipo de comportamento.

 

Como identificar esse problema?

Entre 90% e 95% das vítimas de anorexia são mulheres. Não é à toa: bombardeadas pela mídia, as mentes femininas são alvo da imposição de um padrão de beleza muitas vezes cruel. A idade em que elas estão mais suscetíveis é a adolescência – e os pais devem saber que os distúrbios alimentares podem ser detectados em uma simples visita ao dentista.

Os transtornos alimentares podem ser difíceis de ser notados. Pela própria natureza da doença, a vítima não é capaz de reconhecer estar doente. Por isso, em caso de suspeita, levar sua filha ao dentista é uma boa recomendação“Somos os que mais vemos os pacientes em intervalos frequentes e com os quais os eles se sentem à vontade para discutir seus problemas, aflições e comumente relatam sobre sua alimentação”, diz Ana Cecília Corrêa Aranha, professora associada do Departamento de Dentística da Faculdade de Odontologia da USP (FOUSP).

Além disso, muitas vezes a pessoa que está sofrendo com esse transtorno alimentar não quer falar diretamente do assunto, mas procura o dentista para tratar dos problemas bucais que a bulimia esta causando. É aí que a percepção e o tato do dentista entram em cena.

“Muitas vezes o paciente procura o profissional, pois apresenta uma dor aguda ao comer algo gelado, doce ou ao escovar os dentes. O dentista ao se deparar com o desgaste pronunciado dos dentes pode reconhecer os aspectos odontológicos e identificar através de exames mais completos algum transtorno e recomendar ao colega médico”, diz a especialista.

 

Bulimia x Saúde Bucal

Apesar de aparentemente não ter ligação, transtornos alimentares como a bulimia e a anorexia podem afetar bastante a saúde bucal. “Algumas consequências orais desses transtornos são a erosão dental, o desgaste do esmalte causando dentina exposta e hipersensibilidade dentária, xerostomia (boca seca), aumento de das glândulas parótidas (que produzem a saliva), cárie, doença periodontal, trauma na mucosa e faringe de entre outras”, diz Ana Cecília.

Isso tudo acontece porque as pessoas que sofrem de bulimia, por exemplo, costumam ter compulsão por comida ingerindo grande quantidade de alimentos, muitas vezes calóricos. Para piorar, depois disso, elas sofrem uma crise de consciência e forçam o vômito ou tomam laxantes para “voltarem a ser magras”. Esse mix de alimentos, remédios e vômitos prejudicam demais a cavidade bucal.

Por isso que, juntamente com o atendimento médico, os procedimentos odontológicos devem fazer parte do plano de tratamento da pessoa que sofre de bulimia. “O dentista deve promover a saúde oral, recuperar a função mastigatória e devolver as características estéticas do sorriso do paciente”, diz Ana Cecília.

 

Tratamentos

Após o atendimento de emergência, práticas preventivas devem ser o objetivo do tratamento desse tipo de paciente, isso porque o processo de erosão do esmalte é irreversível. “O foco principal deve ser evitar uma maior destruição da estrutura do dente”, diz a especialista.

Aqueles com sintomas de boca seca devem usar saliva artificial que tem um efeito lubrificante sobre os tecidos. “Goma de mascar sem açúcar após as refeições pode aumentar a remineralização e aumentar o fluxo salivar para um efeito anticárie. A dieta e seu papel na formação de cáries devem ser apresentadas ao paciente, bem como as recomendações para diminuir a ingestão de alimentos cariogênicos e ácidos”, diz Ana Cecília.

Uma combinação de um exame regular profissional, profilaxia, aplicação de flúor, e um rigoroso regime em casa pode evitar uma maior deterioração dental. “Além disso, o paciente deve ser instruído a não escovar seus dentes imediatamente após o vômito provocado e a utilizar alguma substância neutralizadora (bicarbonato de sódio com água ou fluoreto de sódio neutro) durante esses episódios”, diz a especialista.

É sempre bom lembrar que pacientes com transtornos alimentares estão preocupados com sua aparência física, portanto a manutenção do sorriso pode ser um tipo de tratamento bem aceito por ele.

 

Fonte: Delas Ig, Saúde terra

Comentários

  1. maria cecilia disse:

    Acho otimo as informaçoes passadas , ja vivenciei caso de bulemia e sei o qto e prejudicial aos dentes., muito triste e de dificil recuperar toda a arcada dental. paciente sofre muito , juntamente com familiares. vamos ficar atentos nos pacientes jovens.

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Feito por Nerau Studio