Utilização da resina composta Aura para substituir facetas deficientes

arte padrao caso clinico 5 dentinho

Devido a um incômodo estético provocado pela deficiência de restaurações realizadas nos elementos 12 e 22, o paciente do sexo masculino R.T.A procurou atendimento visando solucionar o referido problema. Outra queixa relatada pelo próprio paciente foi o aspecto dessas restaurações quando expostas a ambientes iluminados por luz negra. Observamos que estas restaurações não possuíam fluorescência, percebemos também desgaste evidente, manchamento, perda de polimento e infiltração marginal.

Foi planejado para esse paciente um clareamento prévio e como solicitado por ele mesmo, sem grandes alterações de cor. Após finalizado o clareamento executamos a remoção das facetas antigas nos elementos 12 e 22 e substituímos por novas facetas com a resina Aura.

Descrição de caso (sequência fotográfica)

2

Fig. 1- Sorriso inicial do paciente

3                                                                                                                        Fig 2 -Fotografia inicial de face do paciente   sobre  luz negra

Evidenciando a falta de fluorescência das facetas nos elementos 12 e 22.

4

Fig. 3 - Sorriso inicial do paciente sobre luz negra evidenciando a falta de fluorescência das facetas nos elementos 12 e 22.

6

Fig. 4 – Inicio do tratamento com 2 aplicações de Pola Office+ (SDI)

7
Fig. 5 – Escolha de cor com escala da própria resina após finalização do clareamento.

8

Fig. 6 – Remoção das restaurações com brocas afiladas em alta rotação e com irrigação abundante.

9

Fig.7 – Remoção das restaurações com brocas afiladas em alta rotação e com irrigação abundante.

10

Fig. 8 – Remoção das restaurações com brocas afiladas em alta rotação e com irrigação abundante.

11
Fig. 9 – Remoção finalizada.

13

Fig. 10 – Profilaxia prévia

14

Fig. 11 – Aplicação ácido fosfórico a 37% durante 30 segundos.

15
Fig. 12 – Aplicação do sistema adesivo Stae (SDI).

16

Fig. 13 – Fotoativação com Radii por 10 seg.
17

Fig. 14 – Massa de resina DC2 aplicada no terço médio e cervical.

18

Fig. 15 – Massa de resina DC1 aplicada no terço médio e incisal.

19

Fig. 16 – Escultura da resina DC1.

20
Fig. 17 – Aplicação da massa de resina para esmalte E2 no terço médio e cervical.

21

Fig. 18 – Resina E2 aplicada.

22

Fig. 19 – Resina de esmalte E1 aplicada sobre toda a superfície vestibular.

23
Fig. 20 – Restauração finalizada. Resultado imediato.

24

Fig. 21 – Resultado final pós polimento evidenciando o excelente mimetismo e alto brilho da resina Aura.

Autores:

Maciel Júnior

Especialista em Dentística Restauradora USP/Bauru

Mestre em Dentística Restauradora Unesp/Araraquara

Doutorando em Dentística Restauradora Unesp/Araraquara

Professor e coordenador dos cursos de Especialização e Extensão FAEPO/Unesp Araraquara.

Marcelo Ferrarezi

Professor Adjunto Dentística Unesp Araraquara

Professor dos cursos de Especialização e Extensão FAEPO/Unesp Araraquara.

Quer receber nossas novidades? Deixe seu e-mail.

Deixe um comentário