Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

Cimento resinoso: como usar no seu consultório

Muitos procedimentos odontológicos dependem de uma cimentação adequada, que seja esteticamente pouco visível e que mesmo tempo ofereça uma fixação estável.

Para isso, são utilizados os cimentos resinosos. Com fácil adesão a estruturas metálicas, resinosas e de porcelana, eles podem ser encontrados em diversas versões, cada um para um tipo de procedimento diferente.

Continue a leitura e entenda como usar cimento resino no seu consultório e qual é o produto adequado para cada procedimento.

Quimicamente ativados ou autopolimerizáveis

Os cimentos resinosos quimicamente ativados, como o nome sugere, têm seu processo de ativação por meio de uma reação química. Essa se dá pela mistura de suas duas partes na preparação do procedimento: a pasta base e a pasta catalisadora.
Após preparada, a mistura seca em poucos minutos, por isso o profissional tem um tempo de trabalho reduzido entre a preparação e a aplicação.

Esse material é utilizado principalmente em cimentações metalocerâmicas, restaurações metálicas-fundidas e peças indiretas. Por serem utilizadas peças mais grossas, com tamanho superior a 3 milímetros, seria impossível ativar sua reação por outros meios, como acontece na fotopolimerização.

Uma de suas desvantagens são suas poucas opções de cor, o que pode prejudicar o resultado visual. Além disso, os cimentos resinosos quimicamente ativados são incompatíveis com os sistemas adesivos simplificados.

Fotopolimerizáveis

No caso dos cimentos fotopolimerizáveis, a polimerização é feita por meio da exposição à luz. Para isso, o cirurgião-dentista deve utilizar a lâmpada de cura ultravioleta em coloração azul, pois essa tem o comprimento de onda necessário.

Ao contrário dos produtos quimicamente ativados, os fotopolimerizáveis têm um tempo de trabalho alto, uma vez que só secam após serem expostos à luz. Por isso, podem ser utilizados em cimentações mais demoradas.

Em contrapartida, como sua polimerização depende da passagem de luz, as estruturas devem ter a espessura máxima de 1 milímetro. Do contrário, o cimento resinoso não receberá a luz adequada e, consequentemente, não secará.

Seu uso é recomendado na cimentação de facetas de porcelana e em restaurações. Nesses casos, os cimentos fotopolimerizáveis oferecem uma boa adesão e estabilidade de cor ao longo do tempo.

cimento resinoso como usar

Duais

Os cimentos resinosos duais aliam as propriedades de ambos os anteriores, ou seja, seu processo de polimerização se dá tanto quimicamente quanto por meio da exposição à luz ultravioleta. É necessário uma dupla ativação para que a cimentação ocorra completamente, com ambos os métodos.

Por essa razão, o tempo de trabalho é razoável, ficando entre o fotopolimerizável e o quimicamente ativado. A espessura das peças protéticas deve ser até de 3 milímetros para que a luz consiga chegar até as partes que não se polimerizaram. Outros usos comuns são para cimentação de pinos de vidro e restaurações opacas.

Compatibilidade

Independentemente da polimerização do cimento, esses produtos têm fórmulas que podem causar reações químicas na boca do paciente, principalmente quando em contato com outros fatores, como facetas, adesivos ou pinos.

Portanto, recomenda-se que, ao utilizar qualquer tipo de cimento resinoso, se saiba se o paciente já passou por procedimentos anteriormente e se há algo na cavidade oral capaz de causar incompatibilidade. Caso haja, o produto pode gerar alteração na coloração ou até no processo de polimerização do cimento.

Como profissional de Odontologia, é essencial saber qual o produto mais adequado para cada tipo de procedimento. Os cimentos resinosos são disponíveis em várias versões, e saber sobre sua polimerização e composição química deve ser útil na hora de fazer essa escolha.

A Surya Dental oferece produtos odontológicos das principais fabricantes do mercado para o seu consultório. Clique no banner abaixo e confira!

cimento resinoso como usar

Comentários

    1. Olá, Paulo, muito obrigado pelo comentário!

      Continue acompanhando nosso blog!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio