Gravidez2

Você sabia que a visita de uma mulher gestante em um consultório odontológico necessita de um atendimento diferenciado e especial? O profissional precisa estar atento quanto á isso, já que muitas pacientes acabam não avisando sobre a gravidez.

Durante o período de gestação a mulher passa por grandes mudanças corporais e principalmente psicológicas, provocando certa sensibilidade em seu estado. Em uma consulta é necessário que a paciente esteja de barriga para cima, o que para ela se torna uma grande tortura dificultando o volume respiratório, além de um desconforto excessivo na região do abdômen causado pela pressão nos vasos sanguíneos. Tudo isso é gerado pelo feto que ainda está em desenvolvimento. Para essas mulheres, o bom atendimento é daquele Cirurgião Dentista que a trata com mais carinho e atenção, pois as emoções dificilmente são contidas nessa fase.

Outra questão que muitas pessoas não sabem é que o exame pré-natal deve incluir um check-up odontológico para garantir que não exista nenhum problema bucal. Esse procedimento é uma prevenção para que não haja agravamento nos próximos meses. No processo de gestação, há grande facilidade para o enfraquecimento dos dentes gerado pela falta de cálcio, aumento de placa bacteriana e gengivite gravídica.

Quais tratamentos dentários podem ser feitos durante a gestação?

É liberado realizar todo tipo de tratamento visto como essencial, mas se possível, os procedimentos mais extensos e prolongados devem ser programados após a gestação. Para consultas necessárias, é ideal que os atendimentos odontológicos sejam feitos do 6° ao 9° mês de gestação. Antes desse período a mulher grávida sofre com muita indisposição, chegando a sentir muitos enjoos e até náuseas. No 9° o desconforto pelas pernas inchadas, a frequência urinária em grande teor, e o desconfortável em estar deitado, é ainda maior.

Após a consulta é muito importante que o profissional coloque por alguns minutos a paciente sentada ou deitada de lado para evitar uma queda brusca de pressão arterial. Um atendimento feito com cuidado, atenção e informação não trará nenhum tipo de problema a gestante e nem ao seu bebê, porém, é necessário que a consulta  seja feita com profissionalismo e prudência.

 

Texto: Thaísa Biazin – Marketing SURYA DENTAL

 Referência Bibliográfica: Andrade ED. Terapêutica Medicamentosa em Odontologia, 2ª Ed. São Paulo: Artes Medicas; 2006.

Quer receber nossas novidades? Deixe seu e-mail.

Deixe um comentário