Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar
Máscara descartável e cirúrgica: aprenda a escolher a melhor

Máscara descartável e cirúrgica: aprenda a escolher a melhor

Entre tantas mudanças que aconteceram dentro do consultório durante a pandemia, uma delas foi a escolha da máscara descartável. Se, antes, os cirurgiões-dentistas ficavam mais tranquilos na hora de selecionar esses produtos para a clínica, agora, é preciso considerar uma série de fatores para garantir a melhor proteção, como o material da máscara, o tipo de procedimento, a eficácia e qual a indicação da Anvisa e do Conselho Federal de Odontologia (CFO).

Se você vai repor o seu estoque de máscaras descartáveis, lembre-se que, em primeiro lugar, é fundamental contar com um bom fornecedor, que trabalhe com marcas de qualidade; e, em segundo, é preciso conhecer quais as indicações do CFO e das autoridades sanitárias, além das considerações que precisam ser feitas antes de fechar a compra.

Para ajudá-lo a fazer uma boa escolha, preparamos este guia completo para que você faça a melhor escolha. Continue lendo para aprender tudo sobre máscaras descartáveis!

1. Qual a melhor máscara descartável?

Um estudo publicado pela Universidade de Duke nos Estados Unidos avaliou o grau de dispersão de partículas em 14 tipos de máscaras descartáveis e máscaras de pano. O experimento utilizado foi bastante simples, consistia em colocar voluntários para repetir um pequeno texto falado enquanto usavam cada uma das máscaras.

Utilizando uma câmera com a ajuda de um laser, os pesquisadores conseguiram captar a dispersão das partículas não absorvidas pelas máscaras dos voluntários. O objetivo foi testar quais dos tipos de máscara de proteção de baixo custo são mais eficazes na retenção das partículas e quais apresentam os piores resultados.

Abaixo apresentamos alguns dos resultados obtidos, começando dos melhores modelos para os piores:

  • 1º – Máscaras N95 apresentaram os melhores resultados na retenção de partículas, chegando a reter mais de 99,9% das partículas.
  • 2º – Máscaras descartáveis cirúrgicas de três camadas de polipropileno conseguiram bloquear aproximadamente 90% das partículas.
  • 3º – Máscaras de algodão feitas à mão, as mais comuns utilizadas pelas pessoas, apresentaram 70-90% de eficácia na retenção de partículas.
  • 4º – Bandanas dobradas reduziram apenas 5% a dispersão de partículas.
  • 5º – Lenços de lã, geralmente usados por atletas, conseguiram aumentar a dispersão de partículas ao quebra-las em partículas menores, gerando um maior potencial de contaminação.

Os cientistas da universidade de Duke produziram um vídeo explicando como o experimento foi feito, você pode assisti-lo abaixo:

A universidade UNSW em Sidney na Austrália também fez um estudo para avaliar a dispersão de partículas  e o uso de máscaras de proteção contra a Covid, demonstrando as diferenças na eficácia das máscaras.

O experimento utiliza uma câmera de alta resolução capaz de captar em slow motion as partículas expelidas pela boca e nariz enquanto os usuários estão falando, tossindo e espirrando.

Você pode ver o incrível vídeo do experimento abaixo:

2. Qual a diferença entre máscara cirúrgica e respirador?

Para começar, é importante entendermos que ambos os produtos possuem grandes diferenças e são indicados para situações diferentes. Se até então as máscaras cirúrgicas eram as únicas no consultório odontológico, agora, o respirador ganha destaque pela sua eficácia e pelos benefícios que oferece para a proteção do cirurgião-dentista, especialmente neste cenário de coronavírus. Entretanto, o que distingue um produto do outro?

Máscara cirúrgica descartável

A máscara cirúrgica é um produto descartável e que protege apenas de agentes infecciosos por gotículas. Isso significa que ela não é tão eficaz contra agentes infecciosos transmitidos por via aérea, presentes em partículas de dimensões de 5μm ou menos.

Ela não será eficaz para procedimentos como a profilaxia, que gera diversos aerossóis. Entretanto, serve para a equipe da recepção ou da limpeza, que não tem contato próximo com os pacientes (como próximo, entende-se menos de um metro).

Além disso, ela não possui filtro, apenas forma uma barreira de proteção do nariz e da boca contra gotículas e fluídos.

Respirador (N95/PFF2)

Você já deve ter ouvido falar do máscara N95/PFF2, certo? Entretanto, o nome técnico desse produto é o respirador que, ao contrário da máscara cirúrgica, contém filtro e impede a inalação dos aerossóis, vapores e gases, oferecendo proteção contra agentes infecciosos transmissíveis por via aérea, como o novo coronavírus.

Neste período de pandemia, esse modelo se tornou o mais indicado para os profissionais de saúde que atuam próximos ao rosto do paciente e em procedimentos que geram aerossóis. De acordo com a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), quem atua na área deve utilizar um respirador com proteção a partir do PFF2.

Na hora de escolher o respirador de acordo com os padrões recomendados, é comum que surja a dúvida entre N95 e PFF2. Com certeza você já ouviu falar em ambos e, na verdade, as duas terminologias significam a mesma coisa. N95 é um padrão dos Estados Unidos, certificado pelo NIOSH; já PFF2, é o que utilizamos no Brasil.

Além do PFF2, existem outros níveis. Abaixo, listamos os três, para você entender a diferença entre eles:

  • PFF1: eficiência mínima de 80% (não recomendado neste momento).
  • PFF2: eficiência mínima de 94%.
  • PFF3: eficiência mínima de 99%.
Máscara odontológica N95

O respirador N95/PFF2 tornou-se um dos EPIs de odontologia durante a pandemia do novo coronavírus.

Posso usar duas máscaras para melhorar a proteção?

Uma alternativa encontrada para a falta de máscaras do tipo N95 no mercado, é a utilização de duas máscaras combinadas para ampliar a eficácia da redução de transmissão do vírus. Um estudo feito pelo CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos confirmou a eficácia do método em 95% contra o vírus.

É importante ressaltar que os experimentos foram feitos com máscaras do mesmo tipo, portanto combinar máscaras de modelos e marcas diferentes pode ter efeito sobre a eficácia do método. De qualquer forma, essa abordagem pode ser uma boa alternativa para aumentar a segurança, quando for impossível conseguir máscaras mais seguras, como as N95, muito em falta nesse momento.

A forma correta de utilizar duas máscaras foi descrita em um artigo publicado pelo New York Times, que aborda uma série de cuidados que precisam ser tomados para garantir o melhor aproveitamento possível da sua proteção com duas máscaras.

3. Como escolher máscara descartável?

Como dissemos no início deste texto, agora, escolher a máscara descartável pede por mais cuidados. De acordo com as recomendações para atendimentos em tempos de Covid-19, publicadas pelo CFO, durante a anamnese e o exame clínico, pode ser utilizada a máscara cirúrgica. Já para os procedimentos que geram aerossóis, é necessário um produto com mais proteção, como a N95/PFF2.

Entretanto, é preciso considerar ainda outros fatores, como a validação da Anvisa, o material do qual a máscara odontológica é feita e conhecer mais sobre cada modelo. Vamos aprofundar essas questões em seguida.

Materiais de fabricação

Ao escolher a sua máscara odontológica, verifique sempre quais são os materiais de fabricação e se eles estão de acordo com a Nota Técnica nº 04/2020 publicada pela Anvisa. Além disso, você pode conferir a lista as máscaras que falham na eficiência da filtragem de partículas e, portanto, devem ser evitadas.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), órgão responsável pela normalização técnica no Brasil, criou documentos com orientações que explicam melhor quais materiais, testes de eficácia e características as máscaras odontológicas, como a cirúrgica e N95/PFF2, devem conter. Confira:

Máscara cirúrgica

Segundo a Norma Brasileira 15052 da ABNT, as máscaras cirúrgicas precisam oferecer as seguintes orientações:

  • Devem ser feitas em material Tecido-Não-Tecido (TNT) para uso odonto-médico-hospitalar.
  • Precisa ter, no mínimo, uma camada interna e uma externa e obrigatoriamente um elemento filtrante.
  • A camada externa e o elemento filtrante devem ser resistentes à penetração de fluidos transportados pelo ar.
  • O elemento de filtragem deve ter eficiência de filtragem de partículas (EFP) superior a 98% e eficiência de filtragem bacteriológica (BFE) maior que 95%.
  • Deve possuir um clipe nasal de material maleável.
  • Fica proibida a confecção com materiais de tecido de algodão, tricoline e TNT que não sejam para uso odonto-médico-hospitalar.
  • Quanto à gramatura, pode ser:
    – Leve, entre 20g/m² e 25g/m²;
    – Médio, entre 25g/m² e 60g/m².
  • Quanto aos processos, pode ser:
    – Via fundida, termoligado e meltblown.
    – Via fundida, termoligado, spunbonded-meltblown-spunbonded (SMS).

Máscara N95/PFF2

Quanto ao modelo N95/PFF2, a norma brasileira 13698, da ABNT, específica que:

  • Não deve ser feita de material que causa irritabilidade à pele ou outros efeitos negativos para a saúde.
  • Não deve ter rebarbas ou cantos vivos.
  • O material não deve ser inflamável.
  • Deve ter eficácia mínima na filtração de 95% de partículas de até 0,3μ.
  • Composta por, no mínimo, dois painéis de TNT e um meio filtrante em microfibras sintéticas tratadas eletrostaticamente.

Aplicação

Além de utilizar as máscaras de acordo com o procedimento, é preciso trazer esse hábito de selecionar o produto certo para cada tipo de paciente. Isso significa que, além do coronavírus, existem outras doenças virais que são transmitidas pelas vias aéreas, como a tuberculose, que pedem por atenção e proteção do cirurgião-dentista.

Ou seja, em um cenário futuro, no pós-Covid, uma das lições que profissionais da odontologia devem levar é a prevenção com o uso correto de cada EPI (Equipamentos de Proteção Individual). Para isso, você pode recorrer à anamnese do paciente para planejar o atendimento e qual será a aplicação ideal da máscara odontológica.

Selos e certificações

Para garantir uma compra segura de máscaras odontológicas, lembre-se de verificar se ela está certificada para a venda. Aqui, é importante ressaltar que apenas produtos considerados EPIs contêm selos – nesse caso, só o respirador irá ter. A máscara cirúrgica não é considerada um equipamento de proteção individual, entretanto, é importante verificar se ela segue todas as recomendações de fabricação que listamos neste artigo.

Quanto às certificações dos respiradores, eles devem ter Certificado de Aprovação (CA) emitido pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Esse documento prova que o produto segue todos os critérios da norma brasileira estipulada pela ABNT.

Sempre analise a caixa de máscaras descartáveis para verificar os selos e as especificações do produto. Nas compras online, converse com um consultor em caso de dúvidas.

Máscaras odontológicas descartáveis

Sempre analise a caixa de máscaras descartáveis para verificar os selos e as especificações do produto. Nas compras online, converse com um consultor em caso de dúvidas.

4. Cuidados com a máscara descartável

Outra diferença entre os dois produtos está nos cuidados. Enquanto a máscara cirúrgica é descartável, a N95/PFF2 pode ser reutilizável, desde que siga todas as orientações ao retirar, guardar e conservar o produto. Para entender melhor, separamos os cuidados de cada uma.

Máscara cirúrgica

  • Deve ser colocada de forma que proteja a boca e o nariz corretamente.
  • Enquanto utilizar, não toque com as mãos na máscara.
  • Ao remover, sempre tire pelos elásticos.
  • Antes e após manusear a máscara, lave as mãos com água e sabão ou álcool 70%.
  • Troque sempre que ela estiver úmida, pois perderá a eficiência.
  • Nunca reutilize a máscara descartável.

Respirador N95/PFF2

  • Antes de utilizar, veja se há rasgos, amassados, vincos ou sujeira.
  • Inspecione se as tiras, material nasal ou outros elementos estão corroídos para não prejudicar a capacidade de vedação do produto.
  • Não utilize a máscara com barba, bigode ou outros pelos faciais que possam perfurar a N95/PFF2.
  • Em situações onde há falta de insumos, o respirador pode ser reutilizado caso seja armazenado corretamente e não tenha acontecido a contaminação da parte interna.

5. Qual máscara descartável devo comprar?

O agravamento do contágio do Corona vírus em países europeus fez com que as autoridades exigissem o uso de tipos de máscaras mais eficientes. Na França, por exemplo, as máscaras de tecido caseiras foram proibidas e a utilização de máscaras descartáveis comprovadamente mais potentes passou a ser obrigatória.

Esse movimento nos países europeus provavelmente deve alcançar outras nações pelo mundo, uma vez que o cuidado com as máscaras mais eficientes pode reduzir efetivamente o contágio. Você pode conferir a matéria da BBC explicando a situação:

Em resumo, as máscaras caseiras de tecido não possuem um padrão de qualidade e por isso, sua eficácia pode variar muito. Já as máscaras descartáveis do tipo N95 e PFF2 são produzidas com controle de qualidade, sendo assim, garantem uma excelente proteção contra a transmissão por aerossóis.

Após conhecer os fatores que você deve levar em consideração e as novas recomendações das autoridades, separamos alguns modelos de N95/PFF2, um dos modelos mais seguros, que podem ser encontradas no site da Surya Dental. A máscara N95/PFF2 garante qualidade e procedência de acordo com as regulamentações.

Quanto custa uma máscara descartável epi?

O custo das máscaras descartáveis, assim com outros equipamentos de segurança, como luvas descartáveis, aumentou significativamente desde o início da pandemia.

A Federação e Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo enviou um ofício ao Ministério Público denunciando o aumento abusivo dos preços no começo do ano, conforme relatado em matéria publicada pela UOL em Março de 2020.

Uma caixa de máscaras descartáveis com 50 unidades passou de aproximadamente R$ 5,00 em janeiro, para R$ 35 no começo de março e R$ 135 na metade do mês. Essa oscilação de preços também foi verificada em luvas descartáveis, álcool gel, certos medicamentos e outros tantos artigos de proteção.

Logo no começo da pandemia, os estoques de equipamentos de proteção individual (EPIs), como as máscaras descartáveis e luvas, estavam armazenados em quantias estimadas para atender as demandas casuais nos hospitais, clínicas e laboratórios.

Com a pandemia, veio a explosão do consumo desses equipamentos, não apenas pelos consumidores tradicionais, mas também empresas e pessoas comuns, fazendo com que eles se tornassem rapidamente escassos para hospitais e outras instituições de saúde que sofreram com o desabastecimento crônico.

Como consequência da escassez, ocorreu um aumento repentino dos preços, até que a indústria conseguisse se reorganizar para aumentar a produção dos equipamentos de EPI, gerando novamente um reequilíbrio dos preços.

O valor das máscaras e EPIs ainda continua acima das médias encontradas no período anterior à pandemia e os preços permanecem oscilando de acordo com a dinâmica da pandemia.

Pouco depois da metade do ano, o número de contágios e mortes havia caído consideravelmente, causando a leve redução do preço das máscaras, mas o aumento dos contágios no final de 2020 trouxe novamente a expansão da procura pelos equipamentos, gerando consequentemente um novo acréscimo nos preços.

Além disso, algumas indústrias estão sofrendo com a falta de certos insumos para a produção dos materiais, o que também influi no preço final dos produtos.

Isso provavelmente continuará a ocorrer enquanto as vacinas não forem uma realidade maciça para a população nacional.

Apesar das oscilações no preço, é importante se atentar aos anúncios abusivos que podem aparecer pela web. Por isso é sempre importante comparar os preços, condições de pagamento e disponibilidade antes de fechar a compra.

Posso reutilizar a máscara N95 (PFF2)?

Como vimos acima, as máscaras do tipo N95 (PFF2) são as mais seguras e mais bem trabalhadas, bem por isso também os modelos mais caros. Diante desse fato, muitas pessoas procuram se é possível reutilizar a máscara N95, ou ainda, procuram por um modelo de máscara N95 reutilizável. Mas será que reutilizá-las é seguro?

Em um cenário perfeito, as N95 não deveriam ser reutilizadas. Mas o período de pandemia tem gerado uma crise de suprimentos de materiais de EPI no mundo todo, isso também é válido para máscaras descartáveis em geral.  A OMS recomenda a reutilização das máscaras N95 (PFF2) como uma estratégia emergencial para garantir a proteção dos profissionais da saúde em uma situação de crise de materiais.

Essas recomendações também foram reproduzidas por instituições nacionais, nos Estados Unidos pelo Centro de Controle de Doenças, no caso brasileiro, pelo Ministério da Saúde e Anvisa. É possível encontrar os protocolos e recomendações em sites oficiais do governo e é de extrema importância que eles sejam seguidos para garantir que o procedimento seja feito sem maiores riscos.

Você pode acessar aqui o protocolo  de segurança para reutilização de máscaras 95 do Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente.

Abaixo recomendamos alguns modelos de máscara descartável eficientes para conter a transmissão do vírus da Covid-19 e demais agentes patológicos.

6. Escolha os modelos disponíveis de máscaras descartáveis

Máscara descartável PFF2 N95 Neve Premium sem válvula

Embalagem com 01 unidade da Mascara Descartável PFF2 N95 Sem Válvula Neve.

A Máscara de proteção respiratória N95 PFF2S sem válvula da Neve foi projetada para defesa respiratória do usuário em ambientes hospitalares. Ela auxilia na proteção contra o contágio de doenças infectocontagiosas através de partículas e vapores tóxicos. Possui filtro eficiente para retenção de contaminantes presentes na atmosfera sob a forma de aerossóis.

A Mascara PFF2 N95 da Neve é indicada para proteção das vias respiratórias dos trabalhadores da área da saúde contra exposição de agentes biológicos. Proteção das vias respiratórias em procedimentos com risco de projeções de sangue e outros fluidos corpóreos potencialmente contagiosos.

Dentre os benefícios de se utilizar a Mascara Descartável N95 podemos destacar:
* Formato anatômico;
* Hipoalergênica e atóxica;
* Abertura asséptica;
* Filtro (Melt Blow).

Máscara PFF2 N95 Neve Premium sem válvula

Link para ver no site da Surya Dental a máscara descartável PFF N95 Neve Premium

 

 

Máscara cirúrgica descartável da SP Protection

Na categoria de máscaras cirúrgicas, temos as da SP Protection, encontradas em diferentes cores, como preto, azul, branco e tons de cor-de-rosa. Elas oferecem BFE superior a 95,1% contra bactérias e são fabricadas em fibras 100% polipropileno.

A máscara da SP Protection contém clip nasal maleável, para que o produto se encaixe melhor ao rosto e ofereça mais proteção, tem três pregas horizontais, elásticos finos e macios, baixa inflamabilidade, é atóxica e hipoalergênica.

 

Mulher profissional da saúde segura elástico da máscara descartável branca

 

Máscara Descartável com Elástico Tripla com 50 Unidades Fava

Mascara Cirúrgica Descartável é produzida em polipropileno e possui elástico para maior conforto e praticidade. A Mascara Fava proporciona segurança na filtragem do ar, evitando a propagação de 96% das bactérias, sendo não alérgica e atóxica. Trata-se de uma opção mais em conta e de uso único.

Mascara de TNT é utilizada para evitar a propagação de bactérias e fluidos expelidos pelo profissional de saúde para o paciente. Armazenar em local seco, longe da luz solar. Mascara de uso único.

* Caixa com 50 unidades;
* Fabricada em polipropileno;
* Descartável;
* Com elástico.Máscara Descartável com Elástico Tripla Fava

Máscara com elástico tripla Fava

Máscara Descartável Tripla Lola

A máscara descartável tripla Lola é outra opção acessível. Sua embalagem inclui 50 unidades com clipe nasal ajustável totalmente revestido, atóxica, hipoalérgica, que oferece filtragem de no mínimo 95% de eficácia.

Ela permite que profissionais da saúde reduzam sua exposição a agentes microbianos que podem ser inalados. A máscara descartável Lola também é utilizada para conter gotículas provenientes do nariz e da boca. Pode ser usada por pacientes imuno-deprimidos e com infecções respiratórias contagiosas.

Abaixo algumas das características da máscara descartável Lola:
Máscara Tripla camada 80g, sendo Spunbond 15g + SMMS (Spunbond + Meltblown + Meltblown + Meltblown + Spunbond ) 40 gsm HFC + Spunbond 15g, atóxica, hipoalérgica, não estéril;
* Com elástico 20 cm e clipe nasal 13 cm, ajustável totalmente revestido;
* Cor branca;
* Tamanho: 17,5 x 9cm.

mascara descartável lola

 

Máscara Descartável Tripla com Elástico Fashion com 20 unidades Protdesc

máscara descartável Protdesc é fabricada com Não-tecido de estrutura plana, flexível e porosa composto por grânulos de resina de polipropileno, unidos por processo térmico. O clipe de ajuste nasal é em metal galvanizado e revestido com plástico. O material tem uma excelente distribuição e homogeneidade dos filamentos, com boa resistência mecânica, leveza extraordinária e sem liberação de fiapos.

Máscara descartável com elástico contém:
* Tema fashion;
* Clip para ajuste nasal;
* Não libera fiapos;
* Eficiência de filtração bacteriana: 99,92%;
* Baixa condutividade térmica;
* Baixa inflamabilidade;
* Hipoalergênica;
* Atóxica;
* Confeccionada em três camadas de tecido-não-tecido 100% polipropileno;
* Descartável;
* Registro ANVISA: 80404440006

Máscara descartável tripla é indicada para a proteção do profissional e paciente durante tratamentos diários e procedimentos cirúrgicos. É utilizada também para reduzir a exposição à agentes microbianos e virais que podem ser inalados.

MASCARA DESCARTAVEL TRIPLA COM ELASTICO FASHION C20 UNIDADES - PROTDESC

Botão para clicar e avançar para a página da máscara descartável tripla protdesc infantil

 

Máscara Descartável Tripla com Elástico com Motivo Infantil Protdesc

Preocupados com a proteção também das crianças, alguns fabricantes desenvolveram modelos menores e adaptados ao rosto dos pequenos, como é o caso da máscara descartável infantil tripla com elástico da Protdesc.

máscara descartável Protdesc é fabricada com Não-tecido de estrutura plana, flexível e porosa composto por grânulos de resina de polipropileno, unidos por processo térmico. O clipe de ajuste nasal é em metal galvanizado e revestido com plástico. O material tem uma excelente distribuição e homogeneidade dos filamentos, com boa resistência mecânica, leveza extraordinária sem liberação de fiapos e elástico.

Característica da máscara descartável infantil Protdesc:
* Elástico e tema infantil;
* Clip para ajuste nasal;
* Não libera fiapos;
* Eficiência de filtração bacteriana: 99,8%;
* Baixa condutividade térmica;
* Baixa inflamabilidade;
* Hipoalergênica;
* Atóxica;
* Confeccionada em três camadas de tecido-não-tecido 100% polipropileno;
* Descartável;
* Registro ANVISA: 80404440006.

Duas máscaras descartáveis protdesc para crianças com fundo branco

 

Botão para clicar e avançar para a página da máscara descartável tripla protdesc infantil

Máscara descartável tripla com elástico 50 unidades – Nayr

Você encontra também no site da Surya  a máscara cirúrgica com camada tripla da Nayr. Confeccionada em 100% de não-tecido de polipropileno, ela tem textura porosa e flexível.

Os filamentos são bem distribuídos, garantindo uma filtragem bacteriana superior a 96%. A máscara tripla da Nayr também é feita em material hipoalergênico, atóxico e de baixa inflamabilidade. Esse produto tem registro do Ministério da Saúde e na Anvisa.

Máscara tripla camada descartável com elástico Nayr ao fundo branco

 

Ícone para clicar e avançar para a página da máscara descartável Nayr

Máscara PFF2 8801 da 3M

A máscara PFF2 da 3M é feita em formato de concha, no material TNT moldado em fibras sintéticas por um processo sem resina. A partir da concha, é montado o meio filtrante composto por uma camada de microfibras tratadas eletrostaticamente. Quanto à parte externa, é composta por um não-tecido, que protege o filtro e evita que as fibras se soltem.

A máscara 8801 oferece barreira eficaz contra aerossóis, fumaça e poeiras, protegendo as vias respiratórias e evitando contaminações.

A 3M é uma das marcas fornecedoras de órgãos públicos, como Ministério da Saúde e universidades federais. Segundo o site da empresa, desde janeiro de 2020, a produção está reforçada para garantir materiais aos profissionais de saúde e fortalecer a luta contra a Covid-19. Conforme a fabricante, 11% da produção já foi destinada para as organizações governamentais.

 

Máscara PFF 8801

Máscara PFF2 8801H da 3M

Para quem quer conhecer mais modelos da 3M, uma boa indicação é a máscara PFF2 8801H. Ela é confeccionada de acordo com a norma ABNT/NBR 13698:2011 (Equipamentos de Proteção Respiratória – Peça Semifacial Filtrante para Partículas), portanto, tem eficiência de filtração mínima de 94% contra a penetração de aerossóis particulados não oleosos. Além disso, oferece BFE superior a 99% contra bioaerossóis potencialmente contaminados.

Esse respirador possui certificação Inmetro sob nº BRP235058, que atesta a conformidade com as normas estabelecidas pela Portaria nº 230, de 17 de agosto de 2009 do Inmetro, e aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CA 14209).

Para conferir todas as especificidades técnicas do produto, você pode acessar o Boletim Técnico da 3M.

 

Máscara PFF2 8801H

Lembre-se: ao garantir a sua máscara odontológica, confira todas as especificações que trouxemos neste texto. Se você tiver dúvidas, entre em contato com o time comercial para pedir mais informações sobre o produto. Na Surya Dental, temos uma equipe pronta para atendê-lo em diversos canais para que você possa contar com o meio que for mais prático.

Aproveite e confira outros produtos odontológicos para abastecer o estoque do seu consultório.

Na Surya Dental você pode navegar por vários modelos e marcas de máscaras descartáveis de acordo com suas necessidades. Trabalhamos com preços honestos e equipamentos de alta qualidade. Acesse clicando no banner abaixo!

 

Banner para conferir produtos odontológicos.

Summary
Máscara descartável e cirúrgica: aprenda a escolher a melhor
Article Name
Máscara descartável e cirúrgica: aprenda a escolher a melhor
Description
Ao comprar máscara descartável e cirúrgica, é preciso estar atenta aos detalhes para fazer a melhor escolha. Saiba mais neste artigo, leia agora!
Author
Publisher Name
Blog Surya Dental
Publisher Logo

Comentários

  1. Gustavo Woltmann disse:

    Máscaras tem que usar nesse tempo de pandemia.

    1. Olá, Gustavo! Tudo bem?

      Sim, de fato! As máscaras devem ser sempre utilizadas durante esse tempo de pandemia.

      Agradecemos o seu comentário!

  2. Maria da Ross Stefanello Formigheri disse:

    Ótimo

    1. Olá, Maria! Ficamos felizes que gostou do nosso conteúdo.

      Abraços!

  3. Rosana disse:

    Excelente e esclarecedor artigo ! Gostei muito ! Parabéns pela matéria , o vídeo da BBC é fantástico .
    Porém na descrição máscara descartável , a tripla , vcs citam que não possui um elemento filtrante . E na descrição dos materiais, logo abaixo desse modelo de máscara vcs citam o filtro . Gerou dúvida .

    1. Olá, Rosana! Tudo bem? Ficamos muito felizes em saber que você gostou da nossa matéria.

      Então, no primeiro momento em que citamos diferentes tipos de máscara e falamos da cirúrgica com filtro, nos referimos a que foi utilizada em um studo (citado no texto). E em seguida, quando falamos de máscara cirúrgica e especificamos mais sobre ela, nos referimos aquelas mais comuns, que geralmente são feitas com uma ou duas camadas e, portanto, não possuem o elemento filtrante suficiente para impedir os aerossóis gerados em alguns procedimentos odontológicos.

      Esperamos que tenha ficado claro, qualquer dúvida, nos mande o seu comentário!
      Abraços!

  4. Cristina disse:

    Boa noite! Gostaria de saber se acaso minha mãe utilizar duas máscaras cirúrgicas ela estará mais protegida, ou ao menos consigo aumentar a proteção de 90% . Ela não se dá com as de pano e as N95. Muito obrigada!

    1. Olá, Cristina! Tudo bem?
      Infelizmente, não conseguimos informar você sobre a eficácia de duas máscaras cirúrgicas juntas.
      Entretanto, há estudos que mostram que o uso da máscara descartável com a de pano protege até 95%. Aqui está o link, caso queira ler: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2021/02/11/uso-simultaneo-de-mascara-cirurgica-e-de-pano-pode-bloquear-95-da-covid-19.htm

      Talvez essa opção possa deixar a sua mãe mais confortável.
      Esperamos ter ajudado. Abraços!

  5. suely disse:

    boa noite , gostaria de saber se o tnt gramatura 80 ou 100 tem eficácia no combate ao vírus

    1. Olá, Suely! Tudo bem?
      Recomendamos a leitura deste artigo: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-06/uff-comprova-ineficacia-de-equipamento-de-protecao-de-dentistas
      Nele, você encontrará informações sobre a eficácia das gramaturas do TNT.

      Esperamos ter ajudado. Abraços!

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio