Odontologia Forense

A odontologia forense trabalha na área da medicina com a composição dentária do cadáver para a identificação.

Seu papel na identificação de pessoas tem grande importância, pois os dentes são estruturas resistentes as modificações como putrefação, calor e agentes químicos.

A identificação acontece por meio de características individuais: número de dentes, a alteração da posição ou rotação dos dentes, alterações congênitas ou adquiridas através da profissão, esportes, hábitos, etc., alterações patológicas ou traumáticas como cáries e a existência de tratamentos como pontes, implantes, etc.

Uma forma diferenciada de identificação é por meio da análise das marcas de mordida, a mordida é exclusivamente marcas feitas apenas por dentes ou aliado a outros elementos da boca. As vítimas de incêndio são geralmente identificadas pela sua arcada, pelo sua resistência ao fogo, podendo resistir a temperaturas acima de 1.093 ºC.

Para a identificação de uma pessoa através dos dentes, os investigadores forenses, podem usar amostras de DNA e registros dos dentistas do indivíduo. O esmalte do dente é mais rígida substância do corpo humano, é por esse motivo que os dentes resistem mesmo se as outras partes do corpo estiverem em decomposição.

Suas áreas de atuação.

Seguindo com nosso objetivo de esclarecimento quanto às ciências forenses auxiliando a justiça, você  terá a oportunidade de conhecer um pouco mais acerca da Odontologia Legal.

Quem fala sobre a prática é a Doutora Isamara, Cirurgiã-Dentista formada pela UNAERP, Especialista e mestre em Odontologia Legal pela UNICAMP, Doutora em Clínica Médica pela FMRP/USP, professora e coordenadora do curso de Ciências Forenses do Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos (IPEBJ), professora e coordenadora do Departamento de Odontologia Legal da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, membro integrante da equipe técnico científica do Forensic Science Investigation FSI Brasil.

Confira a importância da Odontologia Forense:

“A Odontologia Forense ou Odontologia Legal é a especialidade odontológica que trabalha diretamente com a justiça podendo atuar nas esferas: cíveis, criminais e trabalhistas, bem como em processos éticos e administrativos.

Dentro da área cível, o perito poderá atuar, por exemplo, em demandas de pacientes contra profissionais em casos de supostos erros; em causas onde o profissional aciona o paciente para recebimentos de honorários; e em demandas para estimativa de idade com fins de produção de documentação inexistente, principalmente em crianças de lares adotivos.

Já na área criminal, a atuação se dá em processos de identificação humana, em casos de acidentes em massa, crimes e demais situações onde os corpos se encontram carbonizados, em avançado estado de decomposição ou esqueletizados. De acordo com o manual de procedimentos de atendimento a desastres, a análise odontológica, o DNA e a análise de impressões digitais, são os métodos de eleição para identificação das vítimas. São os chamados de métodos primários de identificação. Ainda na área criminal, o perito atua também para estimativa de idade em averiguação de maioridade, avaliação de marcas de mordida em cenas de crime, ou em casos de maus tratos a crianças e idosos.

As perícias trabalhistas envolvem infortúnios envolvendo o sistema estomatognático que possam acometer os servidores em seu trabalho, bem como a avaliação de doenças bucais relacionadas ao processo laboral.

As perícias administrativas são voltadas para as auditorias realizadas dentro de operadoras de planos odontológicos, onde serão avaliados os procedimentos realizados pelos cirurgiões dentistas conveniados. A atuação também se dá através de exames periciais envolvendo materiais desenvolvidos para a área odontológica, auxiliando na produção e testes dos mesmos, antes de serem lançados ao mercado.

As chamadas perícias éticas são as perícias realizadas internamente nos conselhos de odontologia, onde os profissionais serão julgados eticamente por suas condutas.

Importante salientar que o acompanhando dos casos desde o início permite obter maiores informações e subsídios para compor uma análise pericial mais completa e assim, auxiliar de forma mais efetiva a justiça.”

Isamara Geandra Cavalcanti Caputo é Cirurgiã Dentista. Mestre e Doutora em Odontologia Legal.

Tânia Mara Volpe Miele é Advogada e Biomédica.

Retirado do site: justificando.cartacapital.com.br

Já comprou na Surya Dental? Faça esta experiência e surpreenda-se!

Quer receber nossas novidades? Deixe seu e-mail.

Deixe um comentário