Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Surya Dental

Ardência na boca pode ser doença! Entenda a Síndrome da Boca Ardente

Você sente a boca arder com frequência, mesmo sem ingerir alimentos ou bebidas que possam ter provocado essa sensação? Seu paladar está alterado, você sente uma sensação de queimação e qualquer coisa que você come parece estar apimentada? Você pode ter a Síndrome da Boca Ardente (SBA) e deve procurar um dentista.

A doença, de difícil diagnóstico, afeta principalmente mulheres entre 40 e 50 anos, que estão na menopausa, mas pode acometer pessoas de várias idades. Estudos científicos mostram que a ardência bucal atinge 1% e 5% da população. Cabe ao dentista receitar um tratamento que devolva qualidade de vida ao paciente.

ardencia na boca doenca

Procure um dentista se sentir que seu paladar está alterado e toda comida parece estar apimentada.

Síndrome da Boca Ardente: o que é

A SBA é uma síndrome, mas a boca permanece com aspecto normal e não apresenta alterações clínicas. Os sintomas são sensação de queimação generalizada na cavidade oral, principalmente na língua.

“O que se entende hoje é que há uma alteração da sensibilidade, algum desequilíbrio das terminações nervosas. Os pacientes têm essa sensação da ardência na boca, mas não há disfunção aparente”, explica Carlos Eduardo Ribeiro Silva, dentista especialista e mestre em Estomatologia.

Síndrome da Boca Ardente: diagnóstico

Segundo o dentista, o diagnóstico dessa disfunção é feito por exclusão, uma vez que não existe exame específico que ofereça resultado taxativo a respeito da SBA. No entanto, é importante que o profissional de saúde esteja atento, pois algumas doenças, como diabetes ou alterações na tireoide, podem causar a diminuição do fluxo salivar, o que interfere no funcionamento das papilas gustativas.

A Síndrome da Boca Ardente afeta principalmente mulheres. Designed by katemangostar / Freepik

A Síndrome da Boca Ardente afeta principalmente mulheres. Designed by katemangostar / Freepik

Quando a boca fica mais seca do que o normal, as papilas funcionam de maneira inadequada, o que pode prejudicar o paladar e desencadear a ardência bucal. Porém, esse quadro é passageiro: tratadas as enfermidades, a salivação volta ao normal. “Para chegar a uma conclusão do diagnóstico de SBA é preciso excluir uma série de outras possibilidades e, pelas características da queixa do paciente, fechar diagnóstico.”

Síndrome da Boca Ardente: causas

A síndrome é uma doença sem causa aparente, porém é frequentemente encontrada em pessoas com problemas psicológicos prolongados. “Situações que fogem da rotina, como ter um ente querido internado por muito tempo ou questões financeiras sem resolução, podem desencadear a SBA”, explica o dentista.

Pesquisadores também já encontraram relação da Síndrome da Ardência Bucal com restaurações metálicas e com o uso de próteses dentárias. Além disso, o fumo, a ingestão de bebidas alcoólicas, o refluxo esofágico e o uso de próteses velhas e mal adaptadas atuariam na irritação da mucosa da boca, gerando desconforto e ressecamento.

No vídeo abaixo, a cirurgiã-dentista Karyne Magalhães traz mais informações sobre a ardência bucal. Clique para assistir!

Síndrome da Boca Ardente: tratamento

Após o surgimento dos sintomas é preciso procurar tratamento em vez de tentar se acostumar com a dor. Silva explica que realiza um procedimento para dessensibilizar os pacientes, utilizando capsaicina, princípio ativo da pimenta. “Utilizamos a capsaicina de forma progressiva até que o paciente fique tolerante à sensação de ardência, como as pessoas que estão acostumadas a comer alimentos picantes”, explica.

Para aliviar a dor nas fases mais agudas da doença uma dica é chupar gelo. Além de colaborar para diminuir a sensibilidade, ele umedece a boca.

Cuidar da saúde bucal é muito importante para o pleno funcionamento do organismo. Se você sente qualquer um dos sintomas citados acima, procure um dentista de confiança para receber um diagnóstico. Quer saber mais sobre as doenças da boca e a melhor forma de prevenção? Assine a newsletter da Surya Dental e receba conteúdos em primeira mão!

Fonte: MSN

Comentários

  1. Elisa disse:

    Bom dia,minha filha tem 5 anos e há quinze dias ela vez por outra se queixa de ardência na boca, céu e língua, usamos creme dental de marcas variadas e ela costuma escovar os dentes várias vezes,mas na hora de enxaguar não o faz direito,pode ter relação?

    1. Oi, Elisa! O melhor a fazer é procurar um dentista de confiança e levar sua filha para uma consulta. Explique as queixas e tire suas dúvidas sobre o uso do creme dental. Obrigada pelo contato e boa sorte!

  2. MARCIA disse:

    Minha boca está assada… tenho ATM, muito estressada, devo procurar um psiquiatra para tomar algum calmante?

    1. Oi, Marcia! Você já pensou em procurar um dentista? Ele pode te ajudar com a ATM. Na consulta, fale sobre suas queixas e pergunte sobre a possibilidade de também procurar um psiquiatra. Nesses casos, o melhor é pedir ajuda de um profissional de saúde. Boa sorte!

  3. Marcia disse:

    Sinto ardência dentro da boca, como se estivesse queimada e dor na língua, parece que a língua está toda cortada,foi algum alimento que comi? Como resolver isso por favor?

    1. Bom dia, Marcia,

      sugerimos que você procure um dentista, pois ele saberá verificar melhor o seu caso.

      Continue acompanhando nosso blog!

  4. Aparecido dos Santos Sampaio disse:

    Boa tarde,tem uns 15 dias venho tendo uma dor na garganta parecido com a dor de garganta,e como estivesse uma bola em minha garganta,e 2 feira para cá, comecei a sentir gosto amargo e de pimenta em minha boca muito forte é sinal de boca ardente? Obrigado

    1. Olá, Aparecido,

      recomendamos que você procure um dentista e um otorrinolaringologista o quanto antes! Eles poderão lhe dar um diagnóstico mais apurado.

      Abraços!

  5. Benvinda aparecida Gome Lima disse:

    Bom dia! Poderia me explica eu sinto em volta da minha boca uma queimação como se estivesse passado pimenta

    1. Oi Benvinda, tudo bom?

      Recomendamos que procure um dentista de sua confiança, pois ele poderá lhe responder com mais assertividade.

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feito por Nerau Studio